A tecnologia como aliada da educação Socioemocional

Matrícula

A tecnologia como aliada da educação Socioemocional. A incorporação da tecnologia na educação era um antigo pleito dos estudantes. Educadores, porém, sempre viram a ideia com reservas. Até que a pandemia de Covid-19, em 2020, abriu as portas das salas de aula para a maior revolução tecnológica da história da educação mundial.

Em menos de um ano, a tecnologia invadiu o ambiente pedagógico de maneira definitiva. Sem ela, não teria sido possível organizar o atendimento virtual de boa parte dos estudantes brasileiros. Softwares de reuniões virtuais, ferramentas colaborativas on-line, plataformas integradas para execução das atividades, aplicativos para comunicação instantânea se tornaram parte obrigatória do material escolar de jovens e crianças por todo o Brasil.

A boa notícia, nesse caso, é que todos os envolvidos no processo de ensino e aprendizagem tem a ganhar com esse fenômeno.

A tecnologia, quando bem aplicada, com propósito pedagógico, pode ser uma ferramenta poderosa no desenvolvimento cognitivo e também socioemocional de alunos e professores.

O que ganham os professores?

O uso intensivo de tecnologia já levou professores e professoras a ressignificar o seu fazer pedagógico. As antigas práticas arraigadas de trabalho na frente do quadro foram totalmente reformuladas para agregar as ferramentas tecnológicas disponíveis. O aprendizado adquirido durante o período em que educadores e alunos estavam confinados ao ambiente virtual pode agora ser mobilizado para ampliar as fronteiras educativas no retorno ao ambiente físico. Atividades com objetivos claros, potencializando o ensino e novas abordagens do currículo ajudam a desenvolver competências essenciais para o mundo contemporâneo.

Quer conhecer mais sobre ferramentas tecnológicas que podem auxiliar os professores na Era do Ensino Híbrido? Então leia a nossa série sobre recursos tecnológicos no Educador360!

E os benefícios para os alunos?

Todos nós somos seres complexos. Crianças e jovens em idade escolar não são diferentes. Estratégias mais flexíveis de aprendizagem, com o uso dirigido da tecnologia, ajudam a sensibilizá-los para a vivência de experiências e atitudes que ampliam a conexão com o mundo atual. Essas experiências e atitudes incluem habilidades socioemocionais como empatia, colaboração, trabalho em equipe, respeito, confiança, organização, foco, abertura ao novo, entre tantas outras.

Como a tecnologia facilita a educação Socioemocional?

A tecnologia é uma grande aliada do desenvolvimento das habilidades para a vida. A gamificação, por exemplo, sobre a qual falamos detalhadamente neste outro post, nada mais é do que a aplicação da tecnologia do jogo ao fazer pedagógico, com o objetivo de ampliar o engajamento dos alunos e potencializar a aprendizagem.

O programa MenteInovadora, da Mind Lab, faz uso intenso de experiências de gamificação, tanto em ambientes virtuais quanto físicos. Nas aulas presenciais, o uso de jogos de raciocínio proporciona aos alunos a vivência de situações reais que exigem a mobilização de habilidades socioemocionais para que sejam solucionadas. Tudo num ambiente controlado. As emoções vivenciadas, depois, são objeto de reflexão por parte do grupo para permitir a transposição do que foi aprendido no jogo para a vida.

A incorporação da tecnologia na educação era um antigo pleito dos estudantes

O uso da tecnologia como facilitadora da aprendizagem socioemocional, no caso do MenteInovadora, não para nas aulas com jogos de tabuleiro. A Mind Lab disponibiliza para os alunos das escolas parceiras o Mindzup, uma plataforma onde os estudantes podem realizar missões diárias em busca do conhecimento, disputar jogos de raciocínio, e fazer avaliações, além de acessar outros conteúdos. Toda essa experiência é contextualizada pela busca do conhecimento em uma dinâmica de jogo gamificado.

O auxílio da tecnologia não se restringe ao exemplo exitoso da Mind Lab. De forma geral, o emprego da tecnologia com propósito pedagógico amplia o protagonismo de jovens e crianças no próprio processo de aprendizagem e amplia a interação deles com o mundo e com seus problemas complexos.

Para que a tecnologia facilite o desenvolvimento de competências socioemocionais, porém, é preciso que as ferramentas escolhidas tenham um propósito educativo claro, e estejam inseridas no contexto pedagógico.

Quer saber mais sobre como o Programa MenteInovadora pode ajudar a sua escola a fazer um uso mais assertivo da tecnologia? Visite a página do nosso site especialmente desenvolvida para escolas e confira o funcionamento do MenteInovadora e a mudança que ele promove no ambiente das escolas parceiras e na aprendizagem dos alunos.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu