Chefe ou líder: descubra as 8 qualidades que diferenciam uma liderança de sucesso

Gestão EscolarGestão Escolar

Sabemos que a ideia de ser um chefe está diretamente ligada aos níveis hierárquicos presentes nas empresas e organizações. E, apesar de funcionar em alguns aspectos estruturais, o simples fato de ter alguém acima nessa cadeia, a quem se deve obediência no trabalho, já não é suficiente para uma sociedade que valoriza cada vez mais o trabalho em equipe.

Portanto, apesar de haver muitos perfis, em geral, um líder é alguém com presença marcante e inspiradora. Idealmente também é um chefe, mas pode surgir mesmo entre pessoas que possuem a mesma função.

Isso porque, para ser um líder, é preciso conquistar o respeito e a confiança das pessoas. Um perfil onde é necessário ser motivado pelas necessidades do grupo, mais do que por suas próprias.

De fato, a capacidade de liderança é fundamental entre os gestores escolares que necessitam definir nortes e garantir que todos sigam a mesma direção quanto aos propósitos educacionais de uma escola.

E você, se considera um(a) líder? Descubra quais as principais qualidades de uma liderança de sucesso!

 

1. Ter autoconhecimento e saber assumir erros

Apenas através do autoconhecimento, é possível reconhecer suas próprias forças e fraquezas. O objetivo dessa análise deve ser sempre o aprimoramento constante. O líder que se conhece de maneira realista, no lugar de apenas enaltecer suas qualidades, gera mais confiança na equipe.

Um outro ponto quanto à sua vulnerabilidade, é aprender a assumir erros. Considerando que errar é humano e natural, assumir suas responsabilidades, se desculpar quando for o caso e aprender com problemas em busca de soluções, é um ponto forte de um verdadeiro líder autoconfiante.

Especialmente em um ambiente de ensino, o aprendizado em torno das situações deve ser sempre valorizado.

 

2. Ser humilde

De fato, ser humilde inclui a capacidade de adquirir autoconhecimento e assumir erros. Porém, também indica que você está disposto(a) a aprender com todos e sabe reconhecer e elogiar sua equipe.

A verdadeira humildade abre um canal de comunicação e resolução de problemas mais direta e permite que as pessoas se sintam confortáveis com sua presença.

 

3. Desenvolver empatia e ouvir as pessoas

Em essência, a liderança se relaciona com a sua capacidade de se conectar com outros seres humanos. Para isso, é fundamental saber enxergar outros pontos de vista, através da empatia. Para entender melhor, destacamos aqui o vídeo: “O Poder da Empatia”.

Saber ouvir e compreender é outro aspecto da empatia que frequentemente deve ser ativado em sua gestão.

Isso significa respeitar e buscar o entendimento a partir da vivência dos outros, mesmo que não exista algo a ser feito sobre isso.

Você consegue pensar a partir da realidade de professores e coordenadores, por exemplo?

 

 4. Estar atento às expectativas do grupo

Mesmo que existam expectativas únicas e individuais, é preciso que, antes de tudo, os líderes considerem as expectativas comuns ao grupo. Elas devem ser priorizadas, considerando que impactam a todos.

Um trabalho que requer abertura e interesse genuíno por interesses coletivos.

 

 5. Entender o perfil adequado para cada cargo

Já no momento da contratação, um bom líder sabe selecionar aqueles que possuem um perfil adequado a cada tipo de trabalho.

Essa capacidade de leitura interpessoal deve incluir tanto habilidades técnicas, quanto socioemocionais. Até porque, cada demanda exige uma dinâmica que vai além dos conhecimentos específicos. As competências de professores são diferentes das de coordenadores e zeladores, por exemplo.

Realizar este filtro ajuda a evitar uma série de frustrações futuras tanto para as pessoas quanto para a escola.

 

6. Ensinar e compartilhar informações

Você repassa adiante o que sabe? Outra qualidade dos líderes de sucesso é compartilhar seus aprendizados, sejam eles obtidos em cursos, livros ou mesmo experiências.

No ambiente educacional, os líderes também podem estimular a troca a partir de práticas bem-sucedidas, sejam as suas ou de outros educadores.

 

7. Transformar o discurso em atitudes

Não restam dúvidas que bons líderes devem ser ótimos comunicadores (o que não significa necessariamente ser muito comunicativo, ou seja, falar de mais). De fato, as pessoas se sentem impressionadas e atraídas por pessoas que sabem se expressar bem e possuem um discurso inspirador.

Porém, elas também perdem a credibilidade quando toda a ideologia não passa de uma ferramenta usada em momentos oportunos.

Bons líderes garantem que sua fala se traduza em atitudes práticas, capazes de gerar transformações eficazes no dia-a-dia.

 

 8. Fazer uma boa gestão do tempo e olhar para o futuro

Considerando que você deve ter uma visão do todo, é preciso saber definir as prioridades e fazer do tempo o seu aliado. Ou seja, ser produtivo no lugar de ocupado e tomar decisões que importam, além de delegar tarefas de maneira clara e objetiva.

O bom líder está presente no cotidiano, mas tem a capacidade do olhar inovador para o futuro. Dessa forma, antecipa problemas e também surpreende positivamente para trazer melhores resultados.

Você concorda com esses pontos? Deixe nos comentários como a sua liderança tem impactado o ambiente escolar!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu