Jogos para ensinar sobre sexualidade

Gestão Escolar

Por meio de jogos para ensinar sobre sexualidade, professora ajuda alunos do 8º ano a evitar infecções sexualmente transmissíveis e gravidez na adolescência.

Ensinar sobre sexualidade e consequentemente sobre o aparelho reprodutor faz parte da grade curricular para alunos do 8º ano. Porém, quando essa educação demora a ocorrer, por causa da dificuldade dos professores em lidar com temas sensíveis, a questão muitas vezes volta na forma de um problema concreto: como a gravidez precoce. Foi diante de uma situação dessas que a professora de Ciências Milena Fabrini de Paiva Diniz, da Escola Municipal Professor Francisco de Assis Varela Cavalcanti, de Natal (RN), decidiu implementar o projeto Táticas e Estratégias para Enfrentar os Desafios da Sexualidade na Adolescência.

“Nós tínhamos quatro alunas grávidas na sala”, lembra Milena.

Os objetivos da professora eram ensinar aos alunos o funcionamento do sistema reprodutor, os métodos contraceptivos, os riscos de infecções sexualmente transmissíveis (IST), com o objetivo de conscientizá-los para a importância de uma vida sexual responsável.

“Era preciso desenvolver nos alunos o respeito pelo próprio corpo e também pelo corpo do outro”, explica Milena. “Eu queria fazê-los refletir sobre a diversidade de gênero e os relacionamentos.”

Com o intuito de conquistar o interesse dos alunos para o projeto, a professora usou jogos de tabuleiro.O que lhe permitiram também desenvolver habilidades socioemocionais, como o planejamento de ações com base no cálculo de probabilidades, a análise de contexto e suas implicações. O estudo de ações e suas consequências e a flexibilidade para mudar os planos diante de novas circunstâncias.

“Os jogos facilitaram o diálogo entre professor e aluno, estabelecendo uma relação de empatia e confiança e facilitando os questionamentos e as colocações. Consequentemente, fica mais fácil ensinar sobre sexualidade”, explica Milena.

Roda de conversas

Num segundo momento, Milena explorou as maiores dificuldades enfrentadas pelos alunos para lidar com a sexualidade. Eles mencionaram a falta de comunicação com os adultos, que gerava a ausência de informações confiáveis. Além do alto índice de infecções sexualmente transmissíveis e a gravidez na adolescência, que vinha crescendo.Eu propus a eles, então, que pensássemos em estratégias para reduzir esses problemas”, conta Milena.Eles pediram rodas de conversa sobre o tema, mais aulas de Ciências, preferencialmente com imagens que ilustrassem os fatos, e aulas sobre métodos contraceptivos.”

Caixa de bilhetes secreto

Com o intuito estimular participação sem constrangimentos, Milena criou uma caixa de bilhetes secretos, onde os estudantes podiam deixar suas dúvidas sem se identificar. Isso permitiu que eles passassem a trabalhar temas que os afetavam diretamente. Foi a partir dessas perguntas que a professora adotou uma dinâmica chamada “A Máquina do Futuro”, em que meninos e meninas simulavam realizar um teste de gravidez. “Os resultados eram sorteados e alguns se descobriam ‘grávidos’ e outros não”, explica Milena. “A partir daí, faziam uma ‘viagem pelo futuro’ para projetar como seria a vida deles a partir das escolhas que haviam feito.”

Ovo de galinha

Num segundo momento, a professora estimulou o desenvolvimento da empatia e do cuidar a partir de uma dinâmica em que os alunos tinham de tomar conta de um ovo de galinha, por alguns dias, como se fosse um ser vivo.Em todo o projeto, ela trabalhou também aulas expositivas sobre o aparelho reprodutor, IST e métodos contraceptivos, utilizando-se ainda de reportagens e estudos sobre o aumento da contaminação por doenças e da gravidez na adolescência.

O projeto foi encerrado com a confecção, pelos alunos, de um jogo de tabuleiro de percurso. Em algumas casas, informações sobre formas corretas de agir os faziam avançar. Em outras, situações erradas, como manter relações sexuais sem uso de preservativos, os faziam retroceder ou até mesmo sair do jogo. “Os estudantes puderam construir e sistematizar conhecimento sobre o corpo deles e a sexualidade”, conclui Milena.

7 Comentários. Deixe novo

  • Maria José De Oliveira Vaz
    19/06/2020 22:06

    Tratar desse tema é de muita importância tendo em vista o numero elevado de gravidez na adolescência, Essas dinâmicas trazem maneiras diferentes de abordar e mostrar métodos de prevenção que serão trabalhados de forma significativa.

    Responder
  • Maria Eleni Teles Silva
    22/06/2020 21:19

    Formas muito bacanas de abordar a sexualidade!!

    Responder
  • As estratégias são muito interessantes principalmente a caixa de bilhetes secretos, pois a dinâmica A máquina do futuro favorece aos alunos refletirem sobre o futuro dos adolescentes grávidos.

    Responder
  • Juliana meneses
    23/06/2020 14:11

    Gostei bastante da caixa de bilhetes, é uma forma de deixar o al8no a vontade paratirar suas duvidas e expressar seus sentimentos

    Responder
  • Josilene Cardoso de Lima Oliveira
    14/07/2020 06:06

    Gostei bastante pois no jogo eles aprendem de forma clara a vida real, e caixa supresa onde colocavam sua dúvidas e eram respondida de forma clara e objetiva .

    Responder
  • Muito boa iniciativa. Gostei da caixa de surpresa e da linha no tempo. Fez eles refletirem suas ações e ver no futura o resultado.

    Responder
  • Muito boa iniciativa.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu