A escola perfeita no pós-pandemia

Gestão Escolar

A escola perfeita no pós-pandemia

Nove pontos que toda escola deve observar para conquistar novas famílias em 2022

Com o fim do ano se aproximando, começa a temporada de visitas de famílias em busca de novas escolas para seus filhos.

Este ano, além das questões pedagógicas e da organização de espaços educativos, pais e mães estarão atentos também às questões de protocolos sanitários. Afinal, eles ajudam a garantir a saúde de alunos e colaboradores e, dessa forma, a manter a escola aberta.

A sua escola está preparada para passar nesse teste?

Confira a seguir 9 pontos que você deve observar para que a sua instituição se transforme na escola perfeita no pós-pandemia.

1. Salas de aula adequadas 

Elas devem contar com ventilação e tamanho apropriados para comportar a quantidade de alunos da turma com distanciamento de 1 metro entre as carteiras. Se possível, garanta que todas as suas salas tenham marcação de solo indicando o distanciamento, pois isso mostrará aos pais que o compromisso da instituição com essa regra é real e não meramente retórico.

2. Higienização de ambientes e materiais

É recomendável que, além de confortável, o mobiliário seja de fácil higienização nas salas de aula. Além disso, garanta que não apenas as salas de aula, mas também todos os espaços coletivos da escola estejam impecavelmente limpos, incluindo os banheiros, que são o tema da próxima dica.

3. Banheiros asseados e em quantidade adequada

Além estarem impecavelmente limpos, é importante que a escola tenha quantidade de banheiros adequada para o número de alunos, para ajudar a evitar aglomerações. Instituições que não dispõem de número suficiente podem atenuar a questão com instalação de torneiras e lavatórios em espaços alternativos – reduzindo, dessa forma, o uso do banheiro apenas para o que é realmente necessário. Outra dica é organizar turnos de uso do equipamento, para evitar muitas turmas ao mesmo tempo aglomerando nos banheiros.

4. Espaços abertos

Muitas famílias se preocupam em verificar se a escola possui espaços abertos arejados, onde as turmas possam não só praticar esportes, mas também outras aulas ao ar livre, diminuindo a concentração em salas fechadas. Se a escola dispõe desses espaços, reúna a equipe pedagógica para estimular a criação de atividades ao ar livre em todos os componentes curriculares e mostre aos pais e mães visitantes como isso funciona bem na prática.

5. Espaço de refeitório e lanches

Esse é um momento crítico, porque as crianças tiram as máscaras para comer. Garanta que o espaço de refeitório, ou onde acontecem os lanches, esteja demarcado para garantir o distanciamento entre as crianças e explique as regras protocolares que proíbem compartilhamento de alimentos e bebidas, para garantir que cada criança consuma apenas o seu próprio lanche.

6. Treine a equipe no protocolo

É importante que o funcionário que faz a apresentação da escola entenda tudo sobre os protocolos de segurança adotados pela instituição e possa tirar dúvidas de pais e mães sobre distanciamento, uso de máscaras, regras para higienização das mãos e, principalmente, medidas adotadas em caso de suspeitas ou de casos confirmados de contaminação de alunos e colaboradores por Covid-19. Se a sua escola já viveu situações semelhantes – o que é muito provável, pois elas têm sido muito comuns em várias instituições pelo mundo afora – explique as medidas adotadadas e como elas ajudaram a conter o vírus, mantendo o restante das turmas e colaboradores saudáveis.

7. Regras para os visitantes ­

Agende horários para as visitas. De preferência em momentos em que não haja aulas na escola, e tente evitar receber mais de uma família por vez. Isso demonstra compromisso da instituição com a saúde de todos. As regras sanitárias valem também para os visitantes, que devem usar máscaras durante o tempo em que permanecerem na escola. Além de higienizar as mãos na chegada e ter a temperatura corporal aferida no portão, antes de entrar nas dependências.

8. Álcool em gel

Garanta que a escola tenha dispensers com álcool em gel em diferentes ambientes e em local visível. Mostre aos pais que há higienizadores para a mãos ao alcance de todos os alunos durante o tempo de permanência na escola.

9. Atendimento remoto

O sonho de todos, pais e mães, é de que ele não seja mais necessário a partir de 2022. Infelizmente, porém, não é possível termos certeza de nada, por enquanto. Por isso, muitas famílias se preocupam em saber como acontecem as aulas virtuais e o atendimento remoto, caso a escola tenha de ser fechada novamente. O funcionário que faz a recepção das famílias deve estar apto a responder sobre esse aspecto. Preferencialmente explicando como ele ocorreu até aqui, as correções feitas para melhorar esse atendimento a partir dos aprendizados e como a escola se reorganizou para incluir o ambiente virtual em suas rotinas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu