Qual será o futuro do IDEB?

Gestão Escolar

Qual será o futuro do IDEB? De conformidade com a mais recente notícia, que vem abalando gestores públicos na educação é a intenção, por parte do Ministério da Educação, de suspender a realização do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) este ano. 

A razão oficial seria a pandemia de Covid-19. Internamente, todavia, documentos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais, o Inep, apontam também restrições orçamentárias. A realização das provas do Saeb seria transferida para o final de 2022.

Se esse fato se confirmar, em suma, a educação brasileira perde como um todo.

Sem os resultados do Saeb, o Inep não conseguirá calcular o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb. Que é principal indicador da evolução da educação no Brasil. Como resultado, não haverá um gestão por evidência.

Criado em 2007, o Ideb é calculado a cada dois anos. Ele se baseia no desempenho dos estudantes – alunos de 5º e 9º anos do Ensino Fundamental, e do 3º ano do Ensino Médio, em provas de Língua Portuguesa e Matemática. O indicador faz um retrato bastante fiel da situação de aprendizagem em cada município. O que certamente ajuda prefeitos e secretários a decidir investimentos e direcionar recursos para a melhoria dos índices.

O eventual cancelamento do Ideb em 2021 quebra a série histórica e indica um retrocesso. Especialmente neste ano, que marcaria o fim do prazo estipulado na criação do índice para avaliação das metas propostas.

Diante da incerteza causada pela notícia, num contexto de um MEC enfraquecido pelas gestões mais recentes, alguns já se questionam: qual será o futuro do Ideb?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu