Por que comemorar o Dia Internacional da Educação?

Gestão Escolar

Por que comemorar o Dia Internacional da Educação? No dia 28 de abril de 2000, representantes de 164 países reunidos no Fórum Mundial de Dakar assinaram afinal um documento chamado “Marco de ação de Dakar, educação para todos: cumprindo nossos compromissos coletivos”.

Foi a primeira vez que nações do mundo todo enfim se comprometeram com uma agenda estruturada para a evolução da educação, e com um prazo para cumprimento dessa agenda.

Desde então, esse dia passou a ser comemorado, informalmente, como o Dia Mundial da Educação. A Organização das Nações Unidas (ONU), que organizou o Fórum, não reconhece a data como oficial. Mesmo assim, o mundo celebra a Educação nesse dia.

Na ocasião em que o documento foi assinado, o analfabetismo entre adultos atingia 20% da população mundial. O equivalente a 880 milhões de pessoas, na época. O ano para cumprimento das metas era 2015. Quando prazo chegou, a ONU fez um balanço de que avanços moderados haviam sido alcançados. Um novo documento foi assinado em Seul, na Coreia, com prazo para cumprimento em 2030. Ele estabelece como principal meta o aumento do financiamento da educação pública nos países signatários.

Temos razões para comemorar?

Embora o Brasil ainda esteja longe da excelência na educação de forma geral, como mostram os exames internacionais, algumas melhorias foram alcançadas ao longo dos últimos 20 anos:

  1. Superamos a meta de financiamento (4% a 6% do PIB), aplicando o equivalente a 6,6% do seu PIB na educação, segundo dados do Inep;
  2. A Educação Infantil passou a fazer parte dos direitos de todas as crianças brasileiras a partir de 4 anos de idade, com financiamento estabelecido no Fundeb, contemplando a meta 1 da agenda de Dakar.
  3. A educação primária gratuita é acessível a todas as crianças brasileiras (meta 2), embora a qualidade ainda tenha espaço para melhoria.
  4. A taxa de analfabetismo no Brasil caiu de 11,5% em 2004 para 6,6% em 2019 (meta 4), segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios (PNAD).

Que tal aproveitar este dia e refletir? Como nós, educadores, podemos evitar retrocessos e continuar contribuindo para o avanço da educação em nosso país?

Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu