Professor, em meio à adversidade, empodere-se!

Gestão Escolar

Ninguém nega o valor da educação e que um bom professor é imprescindível. Mas, ainda que desejem bons professores para seus filhos, poucos pais desejam que seus filhos sejam professores.”

As palavras de Paulo Freire, apesar de duras, traduzem o momento difícil pelo qual passa o profissional da Educação no Brasil. E vem passando há muito tempo.

Entretanto, não trataremos do processo de sucateamento e desvalorização pelo qual este profissional vem passando. Queremos nos dirigir aos professores de todo país para lembrá-los de alguns pontos importantes.

Ser professor no século XXI é uma experiência intensa que exige consciência e sensibilidade. Este profissional não apenas contribui para o entendimento do mundo pelas diversas linguagens (matemática, científica, etc.) mas também é fundamental para o desenvolvimento do pensamento crítico, analítico e criativo dos estudantes. Além disso, exercem cada vez mais o papel de referência ética e moral, o que, de certo modo, o coloca no centro de tudo.

E ter consciência do próprio valor, ter orgulho de ser professor, não é nenhum pecado, pelo contrário, é, cada vez mais, necessário!

Professor, valorize-se!

É fundamental ter clareza do papel desempenhado por estes profissionais, afinal, a difícil e complexa realidade muitas vezes nos faz esquecer. O professor deve ser protagonista, deve participar e ser ouvido. Não apenas em sala de aula, mas na sociedade, na gestão pedagógica das escolas e em tudo que lhe parecer necessário.

São pessoas resilientes, abnegadas e apaixonadas pela educação e, além de reconhecerem o próprio valor, devem, também, ser valorizadas.

E valorizar o professor não é um processo que passa apenas pelas folhas de pagamento. É também um exercício de construção de autonomia, promoção de conhecimento e, acima de tudo, confiança. Precisamos confiar nesses profissionais como confiamos nos cirurgiões, bombeiros, psicólogos e policiais que também salvam vidas.

Assim, ele deve participar de todas as etapas da construção dos projetos pedagógicos e políticas públicas de Educação. E o sistema deve possibilitar essa participação. Não é possível desenvolver a Educação em um cenário em que, para sobreviver e prover, o professor tenha que trabalhar em três turnos, sem tempo para estudo, lazer e pesquisa.

Empoderamento é a palavra do momento. E é, sem dúvida, um dos caminhos para elevar o padrão da Educação no Brasil. Temos que empoderar nossos professores.

E no dia do Professor, não poderíamos deixar de agradecê-los por tudo que nos têm dado.

Muito obrigado e parabéns!👏👏👏🙂

1 Comentário. Deixe novo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu