Jogos melhoram leitura e escrita

Gestão Escolar

Jogos melhoram leitura e escrita.

A cidade de Jaboatão dos Guararapes, na região metropolitana do Recife, acabou de comprovar cientificamente que a prática de jogos digitais pedagógicos pode melhorar o aprendizado de leitura e escrita.

A pesquisa foi conduzida durante os anos de 2018 e 2019 em 12 centros municipais de Educação Infantil. Todos os centros escolhidos tinham em comum o fato de atenderem crianças cujas famílias vivem em situação de extrema pobreza.

No total, foram estudados 351 alunos de cinco anos diferentes. Em seguida, vamos entender qual foi a metodologia utilizada.

Metodologia

Os estudos foram liderados pelo pesquisador Américo Amorim, da startup pernambucana Escribo, com a participação de integrantes da Universidade John Hospkins, nos Estados Unidos.

Antes de iniciar o trabalho, as crianças escolhidas foram submetidas a uma avaliação. Em primeiro lugar, o objetivo da prova, elaborada pela Universidade Mackenzie, em São Paulo, era determinar em que ponto as crianças estavam no processo de aprendizagem de leitura e escrita.

Dessa forma, feita a avaliação diagnóstica, as turmas eram divididas em dois grupos.

Por sorteio, um grupo era escolhido para ser submetido ao programa enquanto o outro formaria o grupo controle. Ou seja, continuaria apenas com as aulas de rotina, para que a diferença de aprendizagem pudesse ser mensurada posteriormente.

Jogos fonológicos

Para estudar os efeitos dos jogos digitais, os pesquisadores criaram um programa com 26 jogos de consciência fonológica. Durante 10 semanas, os professores orientavam a prática dos jogos duas vezes por semana nos grupos que estavam sendo estudados.

Nesse sentido, as crianças brincavam em duplas e, para aplicar as atividades, eram usados tablets e smartphones de baixo custo.

Logo após, ao final de quatro meses de programa, todas as crianças foram novamente submetidas a uma avaliação de nível de leitura e escrita.

Resultados

O desempenho das crianças nas provas aplicadas, após a realização do programa, revelou dois pontos importantes: o primeira, que os alunos dos grupos submetidos aos jogos avançaram 3,6 vezes mais em leitura. Da mesma forma, eles avançaram 2,7 vezes mais em escrita do que os alunos do grupo controle.

Igualmente, a pesquisa mostrou a eficácia maior entre crianças em situação de vulnerabilidade. Anteriormente, o estudo havia sido realizado em 17 escolas privadas infantis, com 749 crianças e 62 professores e professoras. Houve melhorias também na aprendizagem, mas num índice menor: 68% na habilidade de leitura e 48% na habilidade de escrita.

Os pesquisadores acreditam que isso demonstra que a rede pública tem um potencial maior de melhoria das técnicas de alfabetização.

Além disso, os jogos utilizados no estudo geraram relatórios que permitiam aos professores acompanhar o desempenho individual de cada aluno.

Nas conclusões do estudo, os pesquisadores afirmam que para garantir o processo de alfabetização de todas as crianças, “as escolas precisam oferecer uma estimulação eficaz, utilizando as estratégias de ensino baseadas em evidências científicas”.

O poder dos jogos

As conclusões a que chegaram os estudos realizados em Pernambuco são mais uma constatação científica de algo que nós, na Mind Lab, trabalhamos e desenvolvemos há 28 anos: o poder dos jogos como ferramenta de aprendizagem.

Com o Programa MenteInovadora, a Mind Lab se tornou líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias educacionais inovadoras para o aprimoramento de habilidades e competências cognitivas, sociais, emocionais e éticas.

Nosso objetivo sempre foi trabalhar o desenvolvimento humano para uma vida mais harmônica e feliz.

Nossas metodologias e aplicações ampliam os potenciais de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos ao redor do mundo por meio da utilização de jogos de raciocínio que provocam a vivência de situações do cotidiano.

Ao longo desses 28 anos de atuação, temos resultados comprovados em mais de 20 países, com estudos independentes realizados por renomadas instituições como as universidades de Yale, nos Estados Unidos, Northumbria, na Inglaterra, e Istambul, na Turquia.

Além disso, nossa metodologia foi estudada e teve sua eficácia comprovada pelo Instituto Nacional de Avaliação e Desenvolvimento da Educação (Inade) e pelo Istituto provinciale per la ricerca e la sperimentazione educativa (IPRASE), da Itália.

Nossa metodologia atende milhões de alunos, sendo reconhecida e apoiada por importantes instituições nacionais e internacionais. Somos parceiros de mais de mil instituições de ensino do setor público e privado e formamos mais de 5.000 professores nas escolas parceiras, em 5 regiões brasileiras.

Conheça mais sobre o Programa MenteInovadora e descubra como os jogos de raciocínio e os métodos metacognitivos podem transformar a sua rotina como educador ou educadora.

E para você, que é educador ou educadora, temos este link exclusivo onde você pode descobrir os benefícios direto na sua formação.

Visite o nosso site, leve o MenteInovadora para a sua escola e ajude a transformar o mundo por meio da educação.

Para ficar por dentro conteúdos importantes como esse, permaneça em nosso blog e se aprofunde em gestão pedagógica e escolar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu