A importância do voto

Gestão Escolar

A importância do voto.

No próximo mês de outubro, todos os brasileiros vão à urnas novamente para eleger um presidente, 27 governadores, senadores, deputados federais e deputados estaduais.

Contudo, e o que a escola tem a ver com isso?

Tudo!

Certamente, se não quisermos passar o resto da vida nos lamentando com as escolhas feitas nas urnas e repetindo o desgastado bordão de que “brasileiro não sabe votar”, precisamos começar a ensinar as futuras gerações de eleitores sobre a importância do voto.

Política na escola?

Não estamos falando de política partidária, mas sim de cidadania.

Qualquer projeto envolvendo as eleições deve partir do pressuposto de que o importante é educar a consciência crítica para que nossos futuros eleitores tenham capacidade de analisar os currículos e propostas de futuros candidatos e decidir com base em informações a quem darão seus votos.

Por isso, nesse contexto, não faz sentido debater se o candidato A é melhor do que o candidato B.

O mais importante é, principalmente, construir a habilidade de coletar e analisar informações para chegar às próprias conclusões.

A importância do Congresso

Geralmente, muita energia por parte da mídia é colocada na escolha dos candidatos ao Poder Executivo.

Dessa forma, nos próximos meses, o noticiário na internet, nas rádios e nas TVs estará tomado de notícias sobre os candidatos a presidente e aos governos estaduais.

A democracia brasileira, porém, é formada por três poderes. Além do Executivo, os eleitores escolhem também os seus representantes no Poder Legislativo, votando para o Congresso Nacional e para as Assembleias Legislativas.

Justamente nesse voto para senador, deputado federal e deputado estadual acontece um enorme desequilíbrio. O número de candidatos é muito grande, muitos são desconhecidos do público e é difícil acompanhar currículos e propostas.

A grande maioria dos eleitores acaba chegando no dia do pleito sem ter feito uma escolha e termina por votar em alguém indicado por um amigo, sem conhecer a plataforma do candidato.

Esse é um erro que precisa ser corrigido por meio da conscientização dos futuros eleitores.

O Legislativo tem o poder de fiscalizar os atos do Executivo e pode, no dia a dia, dificultar o funcionamento desse poder. Escolhas conscientes podem ajudar a melhorar a qualidade do Congresso Nacional e o funcionamento da democracia.

Votar não basta

O cidadão não é apenas aquele que vota nas eleições. É também aquele ajuda a fiscalizar os atos dos políticos que foram eleitos.

Não é incomum que, passados alguns meses, muitos eleitores sequer sejam capazes de lembrar os nomes dos candidatos em que votaram para deputado federal, para deputado estadual e para senador.

Precisamos educar crianças e jovens para que esse quadro não se perpetue. Tão importante quanto votar com convicção é acompanhar o desempenho do parlamentar no Congresso. E cobrar a execução da plataforma proposta por ele.

Fiscais do futuro

Pensando em formar seus estudantes nesse papel fiscalizador, a rede estadual do Paraná, por exemplo, firmou uma parceria com o Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) para criar o programa “Jovem no Controle”.

O objetivo é promover a educação financeira e fiscal.

Os 600 mil estudantes da rede vão aprender para onde vai o dinheiro arrecadado com impostos, a função dos parlamentares e como cobrá-los para avanços sociais. Eles também irão aprender sobre fiscalização dos recursos públicos e, ainda, formas de acompanhar a elaboração de políticas públicas.

Além de transformar os alunos em “fiscais do futuro”, o programa pretende despertar neles a consciência cidadã: saber o que acontece com os impostos, como são revertidos em serviços e como isso os afeta o dia a dia das comunidades.

Aulas virtuais

O programa paranaense será ministrado por meio de aulas virtuais, com replicação por cerca de 8 mil professores nas disciplinas de Matemática e Educação Financeira, que são obrigatórias na rede a partir do 6º ano.

As aulas virtuais vão contar com vídeos desenvolvidos por funcionários do TCE num estilo de linguagem informal, semelhante ao utilizado pelos youtubers. O objetivo é conquistar a atenção dos jovens utilizando a linguagem que eles dominam.

Educação Cidadã

Que tal aproveitar o ano das eleições para formatar um projeto que envolva a escola toda e desperte a consciência cidadã dos seus alunos?

Só a educação pode construir um futuro melhor. E você, professor e professora, é o protagonista dessa história.

Para ficar por dentro conteúdos importantes como esse, permaneça em nosso blog e se aprofunde em outras questões que vão te ajudar a melhorar o ensino em sua rede!

E para você, que é educador ou educadora, temos este link exclusivo onde você pode descobrir os benefícios direto na sua formação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu