Mapeamento Curricular Socioemocional: Como analisar e divulgar os dados pós-avaliação?

Como analisar e divulgar os dados pós-avaliação do Mapeamento Curricular Socioemocional

Você terminou de aplicar em seu colégio as avaliações do Mapeamento Curricular Socioemocional. Após nossa devolutiva, você receberá um e-mail com dois arquivos:

  • Apresentação mostrada em reunião
  • Notas por aluno

Este post vai lhe auxiliar a analisar os dados de nossa apresentação durante e após a devolutiva e também divulgar os resultados entre os alunos, pais e equipe pedagógica.

Como identificar as principais dificuldades?

Para identificar as principais dificuldades de seus alunos a partir do resultado do Mapeamento Curricular Socioemocional, há dois caminhos: sob a perspectiva de notas médias e sob a perspectiva de competências e habilidades. Em ambos os caminhos, o passo-a-passo para analisar os dados é basicamente o mesmo: priorizar, investigar causas e construir um plano de ação.

As notas médias podem ser analisadas utilizando as escalas de desempenho, para saber mais sobre as escalas de desempenho acesse aqui e aqui.  

 

Priorizar e investigar

O 1º passo é priorizar, identificando, em relação ao nível considerado adequado para a série em questão, quem são os alunos nos níveis mais abaixo e também os alunos situados nos níveis muito acima. Aqui, o objetivo é orientar os professores a direcionar sua atenção a estes alunos, engajá-los em sala de aula, organizar reforços, e mantê-los motivados a participar das aulas. O 2º passo é investigar e identificar a causa raiz para o baixo desempenho de cada aluno na avaliação como um todo.

Sob a perspectiva de competências e habilidades, a etapa de priorização consiste em identificar quais são as competências e habilidades de menor proficiência. Para investigar as causas das dificuldades dos alunos, primeiramente relacione as habilidades priorizadas com conteúdos curriculares, para entender melhor em que momento das aulas essa dificuldade pode ser endereçada.

Alguns exemplos de possíveis motivos são: falta de motivação ou interesse do aluno na escola ou na avaliação em específico, dificuldade do aluno na disciplina ou conteúdo em questão, ou até mesmo algum problema pessoal ocorrido no momento da avaliação, conteúdo ainda novo para a turma, questão que avaliou a habilidade com baixa proficiência era de dificuldade muito elevada, entre outros.

Definindo Estratégias

Com essas informações em mãos, podemos começar a definir estratégias para mitigar as causas identificadas. Em primeiro lugar, deve-se tratar do que pode ser corrigido de imediato e, em seguida, deve-se estruturar um plano de ação para superar as demais dificuldades identificadas.

Um bom plano de ação contém definição de objetivos e metas, e para cada objetivo deve-se especificar principalmente:

  • Motivo (dificuldade identificada e causa raiz);
  • Quem será o responsável por conduzir ou supervisionar cada ação;
  • Como essa ação será trabalhada em sala de aula;
  • Se possível, as ações também podem ser ligadas a prazos, para dar ritmo ao plano ou para planejar o momento de reavaliar os alunos para verificar se houve evolução nos pontos trabalhados.

É muito importante também o envolvimento de toda a equipe pedagógica, para que todos estejam alinhados e engajados a favor de um objetivo em comum. Portanto, divulgue as ações definidas para todos os envolvidos antes de começarem a execução do plano, e mantenha a equipe sempre atualizada sobre o andamento e possíveis ajustes.

Como divulgar os resultados?

Após a devolutiva você receberá, além da apresentação mostrada em videoconferência, uma planilha excel contendo as notas individuais de cada um e também um boletim por aluno. As avaliações Socioemocionais interferem em todas as disciplinas, e não apenas na de matemática.

Acreditamos que os resultados analisados em videoconferência devem ser compartilhados com a equipe pedagógica, buscando as melhores soluções a serem aplicadas aos alunos e instituição.

Já para pais e alunos, contamos com um boletim individual, onde cada aluno receberá sua proficiência nos 4 tópicos da matriz (matemática) e a avaliação nas 4 habilidades (Socioemocionais), além de recomendações para as áreas de menor proficiência.

Como a sua escola pode trabalhar com os dados obtidos e melhorar resultados

O principal diferencial para um bom aproveitamento dos resultados da avaliação é a maneira com que os dados recebidos serão trabalhados pela escola. É crucial que se ponham em prática as soluções e recomendações apresentadas o quanto antes. Com os resultados em mãos, a primeira ação a ser feita deve ser divulgá-los para toda a equipe pedagógica, e não só para os professores de Matemática. Isso porque as análises Socioemocionais interferem também em todas as demais disciplinas.

Como você já sabe, este é o momento ideal para refletir e investigar junto à equipe as causas das dificuldades mapeadas e construir um planejamento para correção de deficiências e desenvolvimento de habilidades dos alunos. Este pode ser um momento muito interessante para a sua equipe aproveitar essa oportunidade para ser criativa e sair um pouco da rotina. O planejamento deve abranger ações capazes de mitigar todas as causas identificadas para as dificuldades da turma.

Por exemplo, uma das causas para o baixo desempenho dos alunos pode ser a falta de interesse em ser participativo em sala de aula. O desinteresse também pode ocorrer entre os alunos de alto desempenho, causado pela desmotivação. Propor atividades desafiadoras, que saiam da rotina e chamem a atenção dos alunos pode ser exatamente o que eles precisam para ficar mais engajados em sala de aula e absorver melhor o conteúdo.

Outra causa identificada pode ser o fato da didática utilizada pelo professor ao repassar o conteúdo não ser adequada para aquele perfil de aluno. Geralmente, uma turma engloba perfis diversos e o professor deve se adaptar ao estilo e às necessidades de cada  um. A aplicação de atividades interdisciplinares pode ser interessante para ajudar o aluno a ter uma visão mais sistêmica da escola e entender a relevância do que está sendo estudado em relação às demais disciplinas e à vida real.

Também existe a possibilidade de contratar uma solução externa que trabalhe o Socioemocional dos alunos por meio de ferramentas, como jogos Socioeducativos ou soluções que avaliem os alunos periodicamente, como simulados. Sugerimos abaixo algumas atividades que podem ser aplicadas de acordo com as necessidades identificadas nos resultados obtidos:

  • Utilização de jogos Socioeducativos durante as aulas para desenvolvimento de habilidades Socioemocionais;
  • Visitas a museus ou parques, correlacionando as mesmas com o que está sendo aprendido em sala de aula;
  • Aulas ou atividades integrando duas ou mais disciplinas;
  • Utilização de músicas, filmes ou desenhos no processo de aprendizado, tornando a aula mais divertida para o aluno;
  • Inclusão aulas de debate sobre temas diversos para que os alunos aprendam a expressar suas opiniões e emoções em frente a outras pessoas;
  • Sugerir leituras complementares de livros ou revistas em quadrinho que auxiliem no processo de aprendizagem;
  • Inclusão do aluno no processo de planejamento, com sugestões para serem aplicadas em aula.

É importante ressaltar que os resultados de uma única avaliação não são suficientes para otimizar o desempenho de seus alunos. Esse processo de avaliação, análise e execução do planejamento deve ser cíclico, ou seja, os alunos devem ser reavaliados para constatar a eficácia das ações realizadas e reiniciar o processo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu